Frota – A importância da troca

Vamos falar sobre a troca da sua frota. e ara falar sobre isso é inegável que a má qualidade de conservação e a falta de infraestrutura das rodovias brasileiras influenciam diretamente os acidentes nas estradas. Somado a isso, uma frota de veículos antigos e mal estado de conservação pode ser uma combinação perigosa e pode trazer grandes acidentes e prejuízos financeiros as empresas.

Os problemas mais comuns apresentados são pneus carecas, falta de manutenção e falta de freio.

No cenário atual, boa parte das companhias pensam apenas na economia direta e não tratam a manutenção de seus veículos como um item primordial, tão pouco a troca da sua frota.

Já os motoristas profissionais, com o seu lucro diminuindo cada vez mais pela alta de seus custos, acabam também não dando a devida importância a manutenção e a troca da sua frota.

A manutenção pode ajudar a prorrogar esse período um pouco, porém, o desgaste nos veículos é natural devido ao uso continuo. Outro ponto também é o valor comercial dos veículos, pois quanto mais antiga for a frota, menos você consegue reverter em dinheiro.

Para a gestão de frotas essa ação é muito importante, pois além de aumentar a segurança para os condutores, a troca da frota pode trazer mais eficiência, tecnologia, sustentabilidade e qualidade nas operações logísticas da empresa.

Outra opção para a renovação da frota, caso a empresa não queira ou não possa fazê-la é a adequação para ter uma frota terceirizada, o que pode reduzir significativamente seus custos com operação e gerar um caixa com o valor recebido pela venda da sua frota própria.

De acordo com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação), há no Brasil 65,8 milhões de veículos dos mais diversos tipos, entre leves, ônibus, caminhões e motocicletas, todos esses em efetiva utilização. Desse total, 41,2 milhões são automóveis (62,65%), 7,0 milhões são comerciais leves (10,67%), 2 milhões são caminhões (3,09%), 376,5 mil são ônibus (0,57%) e 15,1 milhões são motocicletas (23,01%).

Informações do Sindipeças mostram que a maior parte dos veículos que circulam no Brasil (52%) tem de 6 a 15 anos de uso. 

Vendo esses números podemos entender o quanto é importante que esses veículos estejam em bom estado de conservação em nossas rodovias.

A DXtech tem como uma de suas soluções o módulo de manutenção, que pode te ajudar a gerir de forma mais simples a manutenção preventiva e corretiva de sua frota.

Quer saber mais?

Entre em contato conosco!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

dezoito + 17 =

Menu