Estresse no trânsito.

Esse tema poderia ser tratado como recorrente apenas para moradores ou frequentadores de grandes cidades, centros urbanos e grandes rodovias, mas hoje esse problema atinge também a cidades menores e do interior.

Seja realizando seu trabalho como motorista, de carona, no transporte público ou dirigindo o stress no trânsito é uma situação bastante comum e temos que pensar e principalmente colocar em prática atitudes que possam minimizar esses danos, cuidando da nossa saúde e bem-estar.

Situações como a má situação de conservação das vias, o excesso de automóveis, a imperícia, imprudência, falta de paciência dos condutores, enfim, diversas situações podem ativar esse gatilho.

Segundo o Drº Dirceu Rodrigues Alves Junior, Diretor de Comunicação e do Departamento de Medicina de Tráfego Ocupacional da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET); “Entre 13 e 17% dos motoristas brasileiros têm algum distúrbio comportamental no trânsito, e o estresse é um fator que acaba desencadeando esses problemas”.

O estresse no trânsito leva a impudência ao dirigir, multas de trânsito, brigas, discussões e em alguns casos extremos até mesmo graves acidentes e mortes.

Vamos ver abaixo algumas dicas para diminuir o stress no trânsito, que vale para motoristas profissionais, motoristas e também os passageiros.

 

Dicas para diminuir o estresse no trânsito

  • Alongue-se antes de começar o percurso

O alongamento é um processo muito importante para iniciar o dia ativando a circulação, principalmente para quem vai permanecer durante um longo tempo na mesma posição.

 

  • Beba água e tenha perto alimentos secos e rápidos de ingerir

Pessoas com fome tendem a se estressar mais, por isso é importante a ingestão de alimentos como castanhas, frutas e barras de cereais. Já a hidratação é sempre muito importante, principalmente se o ar condicionado do carro estiver ligado.

 

  • Se puder, feche os vidros

Durante a parte que você sabe que é mais congestionada ou mais barulhenta do seu percurso se for possível permaneça com os vidros fechados, para que você “não se contamine” com o caos fora do carro, e passando por esse ponto, abra os vidros e deixe o ar circular.

 

  • Ouça música

A música sem dúvida é uma válvula de escape nessas situações, além de ajudar a relaxar, ela da a impressão que o tempo passa mais rápido.

Além de ouvir música, se possível, cante também.

 

  • Planeje rotas alternativas

É importante sempre ter rotas alternativas e de menor fluxo de veículos, para ajudar que esse trajeto possa ser mais tranquilo.

Evite pegar as vias principais, elas sempre têm mais trânsito e demoram mais na locomoção.

 

  • Saia com antecedência

Sim, por mais difícil que isso possa parecer, para quem vive na correria do dia a dia, sair 10 ou 15 minutos mais cedo pode ajudar bastante no trânsito, principalmente nos horários de pico.

 

Como ruas, estradas e rodovias são lugares de uso coletivo, temos que respeitar os limites e fazer o trânsito em um lugar mais seguro, tranquilo e melhorar nossa qualidade de vida, visto que sempre vamos precisar nos transportar um ponto para outro.

Agora que você já tem essas dicas de bons hábitos, coloque-as em prática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

dezessete − um =

Menu