Condições de iluminação adversas para motoristas no trânsito.

Sem dúvidas a iluminação é fator de segurança essencial aos condutores para verem e serem vistos no trânsito. A falta ou excesso de luz pode se transformar em situações de perigo, criando condições adversas para motoristas no trânsito, colocando-os em risco, assim como as demais pessoas ao redor.

A má qualidade das estradas brasileiras e a falta de estrutura não são favoráveis, e muitas vezes contribuem para o acontecimento de acidentes. Quando existe a má iluminação também, o risco é aumentado consideravelmente.

Em algumas situações a visão pode ficar bastante prejudicada mas o motorista pode utilizar alguns recursos para evitar se envolver em acidentes.

Veja as principais formas de condições adversas de iluminação no trânsito:

  • Noite

Essa situação diminui bruscamente o campo de visão do motorista. A percepção do condutor cai 50% durante a noite e os riscos são ainda maiores se o condutor tiver alguma patologia ocular, como a miopia ou astigmatismo. Para dirigir a noite é necessário redobrar a atenção sempre.

Nessa situação é importante manter distância segura do veículo da frente, tentar não olhar diretamente para o farol dos outros carros, pois isso pode cegar temporariamente, deve fazer refeições leves, e em caso de viagem de longas distâncias é obrigatório o descanso.

  • Ofuscamento

Essa situação ocasiona a cegueira momentânea do condutor, causada devido ao excesso de luz nos olhos ou reflexo de luz na visão.

Especialistas informam que a visão humana pode levar até sete segundos para se recuperar de um ofuscamento. Ou seja, um veículo, a uma velocidade de 80 km/h, poderá percorrer até 155 metros antes que seu condutor recupere a visão plena, podendo facilmente ocasionar um acidente.

Nessa situação é importante o uso dos óculos de sol, e do quebra sol do veículo, diminuir a velocidade, não frear bruscamente e no caso de longas distâncias parar por um período para descansar a visão.

  • Penumbra

Essa situação é ocasionada pela a incidência de pouca luminosidade, normalmente ao anoitecer ou ao amanhecer, conhecida também como hora do lusco-fusco (transição entre dia e noite), no interior de túneis, viadutos e em tempestades.

É considerada uma situação perigosa, pois contornos e cores ficam pouco definidos, tornando muito mais difícil reconhecer objetos, avaliar corretamente distâncias e, principalmente ver e ser visto no trânsito.

Estatísticas mostram que 5% dos acidentes de trânsito são causados por ofuscamento principalmente no nascer e pôr do sol.

Nessa situação é importante manter a luz baixa ligada, está com os pára-brisas limpos para diminuir o reflexo da sujeira e reduzir a velocidade.

Lembrando que a falta de uso dos faróis, faróis desregulados ou a utilização do farol alto em local não permitido é considerado infração de trânsito com multa e pontos na CNH.

Importante o gestor de frotas e o motorista ficarem atentos quanto aos horários de saída das viagens, a duração prevista para elas, a rota que vai ser seguida, manter a manutenção de seu veículo e da sua frota em dia e em muitas situações a ficar atento a previsão do tempo também, pois em muitos trechos, como serras, essas situações são ainda mais comuns e podem ser potencializadas.

Quer saber como a DXtech pode te ajudar na economia e gestão de combustível da sua frota?

Entre em contato conosco!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

17 + um =

Menu