Como reduzir os custos de sua frota com gastos invisíveis.

O mercado econômico brasileiro continua exigindo que as empresas mantenham atenção a como reduzir os custos e despesas e encontrar formas de economizar sempre.

No caso de empresas que utilizam frota de veículos os gastos são altos devido à instabilidade e a volatilidade dos preços, principalmente dos combustíveis.

Mas analisando situações semelhantes que ocorreram em outros países é possível identificar saídas bastante interessantes para o problema, que podem ser adaptadas no nosso mercado e gerar economias consideráveis para as empresas.

Em mercados mais maduros do que o nosso, podemos perceber que a maioria das frotas possui um modelo operacional econômico, usando uma ou várias boas práticas:

  • Modelo de fornecimento com vantagens de economia de escala com o fabricante original do equipamento, empresas de leasing, fornecedores de combustível e companhias de seguros.
  • Uma abordagem harmonizada e internacional, regras de elegibilidade eficazes, prazo e quilometragem ideais, melhor método de alocação de carro e o nível certo de compartilhamento de risco com o motorista.
  • Otimizar a escolha dos veículos da frota com veículos adequados e tamanho adequado da frota.
  • Nível adequado de terceirização na gestão da frota e a estrutura de governança da categoria de frota que também deve estar bem incorporada na organização.

Com a implantação dessas ações as empresas já podem perceber uma grande economia e maior controle dos custos envolvidos, mas muitas vezes ainda querem mais.

Existem ainda algumas medidas que podem ser tomadas para reduzir os custos, e a chave dessas medidas é o foco no motoristas.

  • Pequenas economias incrementais

Algumas considerações precisam ser feitas em momentos decisivos, como é o caso da compra de veículos.

Como gestor de frotas ou logística, certamente você sabe que existem diferente tipos de veículos e que, dependendo da carga a ser transportada, uns podem ser mais indicados do que outros. (Conheça os principais modais de transporte de mercadorias nesse artigo).

Muitas vezes consideramos o valor do veículo e suas especificações, mas também é preciso verificar as opções e acessórios, a rede de manutenção, os custos, etc. Esses são custos secundários que podem impactar o orçamento por um longo período.

Hoje em dia já existem aplicativos para condutores que podem ser usados para monitorar as informações sobre a manutenção do veículo em tempo real. Além disso, direcionam os motoristas para o melhor local para realizar serviços necessários de reparo, se for o caso.

Incentivar os motoristas a utilizar as oficinas parceiras da empresa reduz o TCO (Total Cost of Ownership), seria uma espécie de custo total de posse, é uma estimativa financeira projetada para consumidores e gerentes de empresas avaliar os custos diretos e indiretos relacionados à compra de todo o investimento .

  • Torne todos os custos visíveis

Os veículos custam dinheiro para você, e justamente por isso é fundamental que você tenha uma visão completa sobre a utilização de sua frota. Alguns custos podem ser invisíveis e pouco perceptíveis, como a melhor utilização dos veículos.

Otimizar a frota de veículos concentrando-se na realocação mais rápida dela pode trazer-lhe benefícios consideráveis em termos de custos, ao mesmo tempo que reduz o atrito para os condutores, beneficiando-os também.

Outra despesa menos visível é a tributação alguns elementos de menor custo. Um exemplo disso é a cobrança de IPVA ou outros impostos. As regulamentações tendem a variar consideravelmente, sendo assim, a adoção de uma abordagem de região para região pode trazer benefícios de custo inesperados.É preciso considerar todos os valores envolvidos no processo, pois até mesmo uma pequena alteração no processamento de faturas já pode ter um grande impacto benéfico em seus pagamentos de IPVA.

  • Coloque seus condutores em prioridade

É preciso lembrar que, independente das medidas de redução de custos que você adotar na sua empresa, as ações dos condutores podem gerar impactos significativos nas despesas, considerando seus comportamentos na direção dos veículos.

Seus motoristas e a satisfação deles também afetam a escolha dos parceiros na gestão de frota. Normalmente as empresas com uma oferta clara e adequada ao objetivo conseguem aumentar a satisfação do motorista e, ao mesmo tempo, reduzir o TCO.

Recursos como a tecnologia da telemetria e os sistemas de controle de combustíveis estão ficando mais sofisticadas e cada vez mais são utilizados, não apenas como uma ferramenta de registro sobre a localização dos veículos, de quanto tempo é sua jornada e os gastos de combustível envolvidos, mas também como uma ferramenta para otimizar viagens, gerando economia de tempo e dinheiro.

Além disso, podem ser usados na tomada de decisões inteligentes sobre a frota e sobre o treinamento de motoristas, consumo de combustível e redução de acidentes, além de mostrar as seguradoras os níveis de segurança alcançados e o potencial de redução do valor do seguro.

Atingir o próximo nível de metas de economia em uma frota bem gerenciada é um desafio para qualquer gestor, mas agora você já conheceu alguns elementos menos óbvios que podem contribuir com a redução de custos.

Conheça também as soluções DX Control e DX Tank que podem ajudar sua empresa a controlar definitivamente os gastos com combustíveis da sua frota de veículos. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

1 × 5 =

Menu