Como evitar os problemas causados por má acomodação de mercadorias durante o transporte

A movimentação de mercadorias via transporte terrestre é um processo que exige grande atenção e cuidado. Essa modalidade é responsável por mais de 60% do transporte logístico de cargas do país.

O acondicionamento da mercadoria feito de forma errada pode trazer vários problemas, como acidentes, prejuízo financeiro a transportadora, multa, danificar o caminhão, avarias nos produtos transportados e reclamações do cliente da forma como seu produto chegou ao destino, (o que pode denegrir a imagem da empresa perante o mercado).

É necessário que o caminhão seja adequado para o tipo de mercadoria que ele está levando, sem aquele famoso “jeitinho”, para evitar possíveis transtornos durante a viagem.Importante salientar de que caso o caminhão não seja fechado, que haja algum material para cobrir essa mercadoria.

A qualidade de algumas de nossas rodovias e a falta de infraestrutura dificulta um pouco a boa condução dessas mercadorias, mas vejamos alguns cuidados básicos que podem ser tomados para o transporte de mercadorias em vias terrestres:

  • Embalagem adequada

É importante que cada produto seja embalado individualmente e depois passe para uma embalagem maior. O tipo de embalagem mais comum que se encontra no mercado são as caixas de papelão, porém plásticos rígidos como o filme stretch também são boas escolhas para diminuir a possibilidade de movimentação da mercadoria dentro do caminhão, com as amarrações necessárias para a fixação de forma segura dos materiais.

  • Acondicionar os produtos de forma correta

A carga transportada não pode sobrecarregar nenhum dos eixos do caminhão, ela precisa ser distribuída de maneira uniforme. Caso a mercadoria seja frágil é necessário que seja identificada como tal e fique na parte superior do caminhão, para evitar o peso sobre a embalagem e diminuir a possibilidade de atrito. Por padrões preestabelecidos nas rodovias, a correta distribuição de carga no caminhão pode evitar multas e taxa de sobrepeso.

  • Limite de peso

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em seu artigo 100 determina que nenhum veículo pode transitar com Peso Bruto Total (PBT) superior ao fixado pelo seu fabricante, nem ultrapassar a capacidade máxima de tração da unidade tratora. Dessa forma a distribuição de carga no caminhão é mais do que um cuidado, é segurança e está prevista em lei.

  • Atenção a cargas líquidas

Esse tipo de transporte normalmente é feito com veículos tanque ou cisternas, e nesse caso é necessário extremo cuidado na condução do veículo e na quantidade de volume ocupado no interior do tanque, pois espaços vazios podem facilitar o movimento do líquido no interior do veículo e pode causar acidentes.

  • Condições dos veículos e dos motoristas.

É imprescindível que os veículos estejam em boas condições, com a manutenção em dia. E os motoristas precisam estar dispostos e descansados para essa nova jornada, que nem sempre é uma operação curta.

Essas são medidas simples e de baixo custo que podem ajudar a sua empresa a nessas operações.

Aproveite essas sugestões para melhorar ainda mais os processos de logística e transporte da sua companhia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

dois + 19 =

Menu