As 7 melhores práticas de transporte sustentável

Hoje, o setor de transporte é uma das principais fontes de emissão de CO₂ no planeta o que contribui para a degradação do meio ambiente.

A importância do transporte tem no contexto urbano é reconhecida pelas Nações Unidas que tem se preocupado em fornecer orientações sobre o transporte sustentável que os países devem seguir nos próximos anos.

Existe uma necessidade urgente de implementar ações para lidar com os custos sociais, ambientais e econômicos surpreendentes associados à maneira como o transporte hoje é desenvolvido.

Todos os anos, 1,24 milhões de pessoas morrem em acidentes nas estradas e 3,5 milhões de pessoas morrem prematuramente devido a poluição do ar, incluindo a poluição originada do transporte. Além disso, 23% das emissões de gases de efeito estufa relacionados a energia vem do transporte, os congestionamentos são um enorme fardo para a economia, atualmente correspondendo a 0,7% do PIB dos Estados Unidos, 2% do PIB Europeu, 2-5% do PIB da Ásia, e até mais do que 10% do PIB em algumas cidades de economias emergentes, incluindo Beijing, São Paulo e Lima.

Isso significa que reduzir a emissão de CO₂ é um bom lugar para começar e ter um transporte sustentável.

Agir com responsabilidade social e promover o respeito ao meio ambiente é um dos fatores que contribuem com o crescimento e otimização da frota das transportadoras.

Entre as orientações propostas para ajudar a reduzir a emissão de CO₂ no planeta existem 7 práticas que podem ser promovidas sem comprometer a economia e podem ainda impulsionar os negócios. Confira:

  1. Otimização de rotas

Otimizar o trajeto dos veículos gera diversas vantagens, entre elas a redução no tempo de entrega, satisfação do cliente, menos horas de trabalho para os motoristas e redução considerável no consumo de combustível. Este último fator impacta diretamente na sustentabilidade do negócio.

Afinal, tanto a gasolina, quanto o diesel são agentes altamente poluentes.

Para otimizar as rotas, muitas transportadoras apostam em sistemas de gestão de transportes, que permite monitorar a carga em trânsito, planejar o melhor trajeto, acompanhar o veículo e gerar relatórios inteligentes.

  1. Controle de materiais

Ao falar de transporte sustentável, o primeiro pensamento é a redução de combustível. Para isso o ideal é contar com a ajuda de sistemas especialmente desenvolvidos para controlar o consumo e o abastecimento dos veículos, como o DX Control da DX Tech.

Além dessa importante atitude, é fundamental que o responsável pela logística descarte corretamente alguns produtos, como embalagens e estruturas de apoio que não conseguem ser recicladas ou demoram muitos e muitos anos para se decompor.

Uma atitude simples que pode entrar na rotina da empresa de transporte é  começar a usar embalagens reutilizáveis ou que já são frutos de alguma reciclagem.

  1. Logística reversa

A logística reversa é um conjunto de medidas que têm como objetivo controlar todo o fluxo de materiais presentes no setor, desde a produção até o descarte. Por exemplo, empresas que produzem pilhas e baterias e adotam estratégias para elas mesmas lidarem com o descarte correto dos itens.

Neste ponto, ter o controle de toda a movimentação de suprimentos no estoque é essencial.

  1. Divisão de rota

Empresas de transportes que não movimentam grandes volumes de cargas podem dividir custos de logística formando parcerias com outras transportadoras ou contratando caminhoneiros autônomos para trajetos com apenas um destino. Por exemplo: se sua transportadora está localizada em Curitiba e precisa levar uma carga de São Paulo até o Rio de Janeiro, pode procurar um motorista autônomo ou empresa parceira que esteja em São Paulo sem a necessidade de deslocar o seu veículo de Curitiba até lá.

  1. Manutenção preventiva

Priorização por veículos novos e mais eficientes ajuda a economizar com manutenção e no consumo de combustíveis, trazendo diversos benefícios ao meio ambiente. Em todos os casos, é essencial realizar a manutenção preventiva nos caminhões para ter o melhor desempenho da frota.

Leia também:

Quais os principais riscos do transporte de cargas e como evitar

Marketing Digital para transportadoras

Conheça a legislação brasileira relacionada aos pneus de caminhão

  1. Adote uma cultura sustentável

Com algumas atitudes, todo o fluxo logístico consegue reduzir o impacto ambiental. Sendo assim, é importante que o responsável pelo negócio crie políticas internas sustentáveis e as insira no planejamento estratégico e cultura organizacional da empresa.

  1. Outras medidas sustentáveis para transportadoras

Entre outras práticas que podem ser adotadas pelas empresas para contribuir com a sustentabilidade, estão:

  • Redução no consumo de papel e insumos de impressão;
  • Uso de lâmpadas com maior eficiência energética, que consomem menor quantidade de energia elétrica;
  • Correto descarte dos materiais e lixos;
  • Se possível, maior estímulo ao abastecimento com combustíveis menos poluentes (etanol e biodiesel).

Aderir a práticas de transporte sustentável nas transportadoras é uma forma de otimizar recursos e gerar economia.

O meio ambiente agradece !!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

um × 1 =

Menu