A importância da logística para o mercado brasileiro.

Todas as empresas que trabalham com a entrega de produtos precisam de mecanismos para realizar os seus envios em períodos curtos e com redução de custos.

A logística desempenha esse trabalho e para que tudo ocorra adequadamente, é preciso que as atividades envolvam planejamento, execução, controle do transporte e gestão no armazenamento dos produtos.

Quando o processo é realizado de forma eficiente, pode representar uma enorme vantagem competitiva para a empresa, gerando aumento de lucro e a redução de desperdícios de tempo e dinheiro.

Se a sua empresa precisa melhorar o gerenciamento desse fluxo, continue lendo que hoje você irá conhecer um pouco sobre o mundo da logística.

O que é logística?

Logística é uma metodologia estratégica que ajuda a planejar a execução, a operação e o controle eficiente do transporte, assim como de toda a sua movimentação e armazenagem da mercadoria.

É um ciclo que precisa de habilidade para gerenciar prazos e processos. O maior desafio da logística é o de despachar e enviar produtos rapidamente, em um curto espaço de tempo.

A logística empresarial exige a constante busca por melhorias para o processo. Para isso é fundamental investir em gestão de pessoas, através do recrutamento e da capacitação de profissionais, e também no controle de produção, através da mensuração e análise de operações e da busca por soluções.

Outro fator importante é a preparação para os imprevistos, que podem acontecer a qualquer momento. É preciso ter sempre um plano alternativo para assegurar os bons resultados mesmo que algo saia do previsto.

Logística no mercado brasileiro.

A logística já existe no Brasil há anos, mas ganhou ainda mais força com a expansão do e-commerce. Apesar disso, ainda existem muitos desafios para manter esse crescimento.

A infraestrutura pouco eficiente é um dos principais problemas. As estradas precárias, tanto pela estrutura das vias, como pela falta de segurança, prejudicam bastante os processos logísticos.

De acordo com dados da Confederação Nacional de Transportes, cerca de 57% das estradas brasileiras apresentam algum tipo de problema. E quando pensamos que 58% de todo o transporte de carga nacional acontece pelas rodovias, podemos perceber o tamanho do problema.

As principais necessidades para expandir ainda mais a logística são:

  • O aperfeiçoamento das estradas;
  • A otimização das rotas;
  • Melhorar as condições de transporte.

 Algumas iniciativas já começaram a tomar forma e prometem ajudar, como é o caso do Plano Nacional de Logística e Transportes, que prevê o melhoramento dos modais, principalmente o rodoviário e o ferroviário.

Logística integrada.

Com a globalização as relações comerciais se tornaram mais complexas. Os principais desafios envolvem formas de conectar diferentes lugares e foi inventado o termo supply chain, ou cadeira de suprimentos.

A proposta é abranger a logística de ponta a ponta, começando pela fabricação da matéria-prima, até chegar à entrega ao consumidor final.  O objetivo principal é garantir a qualidade de todos os integrantes e processos da cadeira de suprimentos.

Hoje em dia já existem diversos softwares que permitem uma visão completa da gestão logística e ajudam a acompanhar as operações, identificar problemas e propor soluções eficientes.

Logística na prática.

As operações logísticas envolvem quatro etapas fundamentais:

  • Logística de entrada: rede de fornecedores e o gerenciamento dela. É preciso ter estratégia definida para que as equipes e empresas envolvidas saibam seus papeis.    
  • Logística interna: gestão de estoque é a palavra-chave. É importante entender a demanda de cada produto, a segurança da cidade, os custos envolvidos e buscar melhorias na qualidade do serviço.
  • Logística de saída: Transporte de mercadorias, melhor canal de distribuição e modal de transporte. O objetivo é oferecer eficiência e garantir o lucro operacional.
  • Logística reversa: está relacionada ao movimento inverso, ou seja, a busca da mercadoria do ponto de consumo para o local de origem. Ela contribui para o meio ambiente e para a organização através da recuperação de produtos, redução do consumo de matérias-primas, reciclagem e reutilização de matérias e reparação de produtos.

Os clientes buscam transportadoras capazes de disponibilizar produtos e matérias nas quantidades e condições exigidas. Tudo com a cobrança de valores justos e atrativos.

Os empreendimentos que se destacam são aqueles capazes de se adaptar às novas demandas do mercado, de reduzir custos operacionais e de garantir a inovação em seus processos.

Agora você já sabe um pouco mais sobre a logística no mercado brasileiro e, se quiser ainda mais controle e redução de custos para seus processos, precisa conhecer as soluções exclusivas da DXtech para o controle de combustível da sua frota de veículos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

2 × 4 =

Menu